Nanometal: revisitando antigas ideias

Share Button

08aQuando o Capitão Nogueira, brilhante cientista da FAB, adentra a sala do General Alcântara no complexo laboratorial militar da base Castello 67, o general se adianta:

– Me explique o que conseguiu com o nosso “Mercúrio Vivo de Varginha” tenente. Ele será útil como foi o espólio do Incidente em Roswell para os estadunidenses?

– Bem general, posso dizer que Roswell, 1947, não é nada perto de Varginha, 1996. Eles tiveram sorte e muito trabalho para desenvolverem os transistores a partir daquelas sucatas. Nós tivemos apenas sorte… Muita sorte!

– Explique…

– Ao submetermos a amostra à análise de nosso MEV descobrimos que o nosso estranho Mercúrio Vivo é na verdade um aglomerado de bilhões de nanomáquinas, nanorobôs para ser preciso. No entanto não parece haver um tipo específico de nanorobô.

– Como assim?

– São dezenas de “versões”: alguns não possuem mais que 10 nm de diâmetro outros chegam a quase 5.000 nm, e parecem desempenhar funções precisas, agindo numa espécie de “colônia”.

– Prossiga…

– O nanometal, como nós o chamamos agora, extraído das veias do alienígena, foi inserido em uma cobaia para testes, um camundongo. O resultado foi um tanto quanto… Desagradável de se ver. A criatura guinchou por horas até morrer, e uma semana depois restava apenas uma pasta vermelha… Estudos posteriores revelaram que certa classe de nanorobôs identificou o novo hospedeiro como um “corpo estranho”, e iniciou um ataque maciço. Esse tipo de nanorobô foi classificado como leucobot, por analogia à função dos leucócitos no sangue humano.

– E como isso vai ser útil?

– Não sabemos ainda… Mas suspeitamos de que o nanometal existente no sangue do E.T. não possui qualquer utilidade para nós, pois parece estar em simbiose com o DNA dele. Já o que encontramos no recipiente em sua algibeira…

– Aquilo não era o elemento químico mercúrio?

– Não, era nanometal, porém inerte.

– Quebrado?

– Não, inerte. Neste estado ele parece absorver luz e calor do ambiente para se sustentar, e não se move para não despender energia. Esta substância, quando injetada em cobaia animal produziu prodígios. Há um período de incubação de uma hora, durante o qual o nanometal se familiariza com o hospedeiro para então passar a agir em simbiose. O “nanometal virgem” não é letal. De modo que achamos que estamos prontos para realizar um teste em humanos…

– Eu tenho o homem certo pra isso!

Warblade e suas garras!

Warblade e suas garras!

O personagem Warblade, criado por Brandon Choi e Jim Lee, membro da equipe WildC.A.T.S., tem o poder de moldar partes do seu corpo em um tipo de liga metálica. A Dragão Brasil #14 o citou como exemplo.

NANOMETAL EM JOGO

É preciso uma aplicação intravenosa mínima de 5 ml (0,068g) de nanometal virgem para surtir efeito, cerca de 50 bilhões de nanomáquinas. Há um período de incubação de 1 hora apenas, a partir do qual o hospedeiro já se torna imune a danos ao metabolismo. Em 24 dias já há 2,5 litros do material no corpo, a transformação é completa, e o hospedeiro ganha 34 quilos de massa, sob aparência de músculos.

A reação do organismo humano é incerta, podendo variar em intensidade e às vezes em aptidões também. Há, no entanto, um conjunto de aptidões mais ou menos previsíveis, conforme os cientistas puderam constatar. Em jogo isto significa que há três metacaracterísticas disponíveis, para adequá-lo ao escopo da campanha que se pretende mestrar (vide abaixo).

Além disso, o nanometal precisa de algumas explicações sobre seu funcionamento. O hospedeiro fica imune a doenças, toxinas e venenos; seu pulmão filtra o ar, de forma que sempre respira ar puro, mesmo quando o ar esteja cheio de fumaça, gases tóxicos e poeira; ele ganha certa longevidade (variável); torna-se naturalmente mais rápido, forte e resistente; pode se recuperar mais rapidamente que seres humanos normais; e, pode regenerar membros perdidos e dar saltos fabulosos.

A mais notável de suas habilidades está no fato de que o nanometal concentra-se nas extremidades e na superfície da pele, permitindo ao hospedeiro alterar suas feições faciais, pele e cabelo. Pode copiar impressões digitais ou óticas, desde que tenha um “modelo” (alguém que tenha tocado por tempo suficiente). Pode se fazer passar por alguém conhecido ou se disfarçar na rua para despistar alguém (as alterações nunca são dramáticas: há preservação de massa e forma física, mas sem mudança de sexo). Não é possível moldar roupas ou maquiagem.

Por fim, essa mesma característica permite tornar as mãos e pés em lâminas afiadas: os dedos escorregam como metal vivo e formam facas, garras, machadinhas e até espadas! Depende de a metacaracterística adquirida a seguir. Em jogo isto significa que pode transformar suas mãos em armas brancas conforme a tabela de equipamentos do Módulo Básico, até o limite de peso permitido pela metacaracterística (veja Arrebatador abaixo), mas não é rápido: toma 10 segundos de concentração e consome 2 PF. Outra utilidade para isso é fazer o seu dedo “escorregar” para dentro de uma fechadura e moldar-se na forma da chave, ou quem sabe na forma de uma moeda para comprar um refrigerante ou fazer uma ligação num orelhão (que ainda use fichas).

MB = GURPS Módulo Básico

PO = GURPS Powers (em inglês)

Nanometal Básico [461 pts]

  • Arrebatador (apenas metal, -5%; peso inferior a 500g, -15%) [64 pts] [MB p.41];
  • Deslocamento Ampliado 1 (Solo) [20 pts] [MB p.52];
  • Elasticidade [20 pts] [MB p.57];
  • Expectativa de Vida Ampliada 1 (36/100/140/180) [2 pts] [MP p.59];
  • PF +10 [30 pts] [MB p.16];
  • Pulmões com Filtro [5 pts] [MB p.81];
  • Regeneração (Lenta; 1 PV/12h) [10 pts] [MB p.82];
  • Resistência a Dano 10 (ablativa, -80%) [10 pts] [MB p.83];
  • Resistente (Muito Comum, Danos ao Metabolismo) [30 pts] [MB p.85];
  • Restaurar Membros [40 pts] [MB p.85];
  • ST de Golpe +20 [100 pts] [MB p.90];
  • ST de Levantamento +40 [120 pts] [MB p.90];
  • Super Salto 1 [10 pts] [MB p.90];

Nanometal Avançado [766 pts]

  • Arrebatador (apenas metal, -5%; peso inferior a 1,5 kg, -5%) [72 pts] [MB p.41];
  • Deslocamento Ampliado 2 (Solo) [40 pts] [MB p.52];
  • Elasticidade [20 pts] [MB p.57];
  • Expectativa de Vida Ampliada 2 (72/200/280/360) [4 pts] [MP p.59];
  • PF +10 [30 pts] [MB p.16];
  • Pulmões com Filtro [5 pts] [MB p.81];
  • Regeneração (Regular; 1 PV/h) [25 pts] [MB p.82];
  • Resistência a Dano 20 (ablativa, -80%) [20 pts] [MB p.83];
  • Resistente (Muito Comum, Danos ao Metabolismo) [30 pts] [MB p.85];
  • Restaurar Membros (reattachment, +50%, PO p.71) [60 pts] [MB p.85];
  • ST de Golpe +40 [200 pts] [MB p.90];
  • ST de Levantamento +80 [240 pts] [MB p.90];
  • Super Salto 2 [20 pts] [MB p.90];

Nanometal Super [1.057 pts]

  • Arrebatador (apenas metal, -5%; peso inferior a 2,5 kg, 0%) [76 pts] [MB p.41];
  • Deslocamento Ampliado 3 (Solo) [60 pts] [MB p.52];
  • Elasticidade [20 pts] [MB p.57];
  • Expectativa de Vida Ampliada 3 (144/400/560/720) [6 pts] [MP p.59];
  • PF +10 [30 pts] [MB p.16];
  • Pulmões com Filtro [5 pts] [MB p.81];
  • Regeneração (Rápida; 1 PV/min) [50 pts] [MB p.82];
  • Resistência a Dano 30 (ablativa, -80%) [30 pts] [MB p.83];
  • Resistente (Muito Comum, Danos ao Metabolismo) [30 pts] [MB p.85];
  • Restaurar Membros (reattachment, +50%, PO p.71) [60 pts] [MB p.85];
  • ST de Golpe +60 [300 pts] [MB p.90];
  • ST de Levantamento +120 [360 pts] [MB p.90];
  • Super Salto 3 [30 pts] [MB p.90];

É possível ainda transformar o nanometal num poder, usando as regras do GURPS Powers (ainda sem tradução para o português). Isto significa que todas as suas habilidades ficam sujeitas àquilo que possa afetar os nanorobôs em seu sangue: pulso eletromagnético, radiação, viroses de computador desenvolvidas para afetar nanorobôs, outros nanorobôs criados como vírus programados para destruir outros nanorobôs etc.

PODER NANOMETÁLICO

Fonte: Seus poderes são provêm da nanotecnologia extraterrestre de NT 12, através de injeção permanente de nanosimbiontes na sua corrente sanguínea. Se as regras de Camadas (“Tiers”) estiverem disponíveis, considere o poder nanometálico como um poder de 5ª Camada (mortal).

Foco: Melhoria das faculdades físicas.

Talento Nanometálico: 5 pontos/nível. Você recebe um bônus de +1 por nível para usar qualquer habilidade deste poder.

Modificador de Poder: Nanometal. A vantagem pertence ao poder nanometálico (-10%).

Contramedidas Mundanas: Radiação, nanorobôs-vírus, pulso eletromagnético, descargas elétricas muito fortes etc.

Lembremo-nos
de quando aplicarmos o modificador de poder de -10% sobre as metacaracterísticas relacionadas, de que a vantagem Resistência a Dano já conta com limitação de 80%, que é o máximo permitido. Por isso não se aplica sobre ela, computando seu valor integral. O resultado final é:

  • Nanometal Básico (Poder Nanometálico, -10%) [416 pts]
  • Nanometal Avançado (Poder Nanometálico, -10%) [692 pts]
  • Nanometal Super (Poder Nanometálico, -10%) [955 pts]

É possível modificar as metacaracterísticas acima à vontade, lembrando-se de aplicar sobre qualquer vantagem adicionada a limitação Poder Nanometálico, -10%. Procure manter sempre as aptidões padrão do nanometal, quais sejam:

  • Expectativa de Vida Ampliada (em qualquer nível, podendo ser substituída por Idade Imutável, MB p.63);
  • Pulmões com Filtro;
  • Resistente (Muito Comum, Danos ao Metabolismo) (podendo ser substituída por uma versão menor, vide Resistente MB p.85).

Podemos adicionar outras vantagens não relacionadas. Uma vantagem adequada, presente na saudosa revista Dragão Brasil #14, é Voo (alado, -25%; poder nanometálico, -10%) [26 pts] [MB p.99], com um ou dois níveis de Deslocamento Ampliado (Ar; poder nanometálico, -10%) [18 pts/nível] [MB p.52]. Com ela o nanometal de seu corpo consegue moldar uma asa de metal líquido que lhe permite voar.

As asas são retráteis, mas quando em uso podem ser “quebradas” ou “cortadas” como se fossem um braço. Quando cortadas elas caem no chão e formam uma poça de “mercúrio”. Caso a metacaracterística escolhida tenha Restaurar Membros [MB p.85] com a ampliação reattachment [PO p.71], será possível apanhar o “mercúrio” no chão, e bebê-lo.

No entanto você ficará sem poder voar até que aquela quantidade de nanometal ingerida seja reabsorvida pelo organismo. O tempo de reabsorção varia: se tiver Regeneração Regular (Nanometal Avançado) é de 3 segundos, se for Regeneração Rápida (Nanometal Super) é de apenas 1 segundo (PO p.71).

Share Button

Sobre Nerun

Advogado, historiador, numismata, nerd, colecionador de quadrinhos, RPGista, e super fã de GURPS.